Pular para o conteúdo principal

Postagens

Cara ou coroa?

Sua carreira tá um pouco caidinha mesmo, é preciso definir um plano estratégico. Você precisa de uma causa. - Causa? - Sim.  Ficar nesta zona de bom moço não resolve, é preciso uma causa. - Que causa? - Proponho o seguinte: Você pode defender bandeiras dos hiperconservadores, ser contra o aborto, casamento gay, contra os comunistas, socialistas, contra a tudo que for vermelho, ser a favor da pena de morte, da cura gay, da propriedade privada, do fim da imprensa livre, enfim, ser a favor do controle total do pensamento pela visão de mundo hiperconservadora. - Será que abraçando isso tudo vão falar de mim novamente? Meus filmes, discos, peças e livros serão lembrados? Mas eu não tenho certeza se sou assim tão hiperconservador. - Não importa se você não é tão hiperconservador, importa é que com uma agenda dessas você será lembrado, vai voltar a mídia. Mas há o outro caminho: ser esquerda de apartamento, lutar por mais verbas para filmes, defender que o governo financie mais exposições q…
Postagens recentes

1 de janeiro de 2018 : tenho medo

Hoje é o primeiro dia de 2018, estou só em “casa”. Dizem que homem que é homem não tem medo ou chora, errado, homem que é homem chora e tem medo. Tenho medo, nunca tive tanto medo como tenho neste momento, o Brasil se tornou um lugar muito mais perigoso, porque além da violência dos bandidos tradicionais,  temos a violência emocional que se traduz em profunda incerteza do que será de nós agora mesmo, neste exato momento, some-se a isso a intolerância devorando o que resta da nossa política, estamos em um momento de desequilíbrio, no Brasil não há nem mesmo heróis, temos apenas gente muito perigosa que olha para nós, os 200 milhões de restos anônimos, como se fossemos gado pronto para ser marcado pelo ferro e fogo. Na canção 1965 (Duas tribos) Renato Russo cantou:

“Quando querem transformar Dignidade em doença Quando querem transformar Inteligência em traição Quando querem transformar Estupidez em recompensa Quando querem transformar Esperança em maldição”
Esses versos denunciam a invers…

Como é viver com ódio?

A internet parece ter sido transformada na vitrine do ódio. Sempre encontro bons vídeos e sites na internet com conteúdo interessante e instrutivo, mas esses sites e vídeos têm baixíssimas visualizações, por outro lado sites e vídeos com conteúdo de ódio ou violência têm milhares de acessos. Canais de políticos que não tem nada de proativo ou ideias criativas e práticas, mas explodem de ódio batem recordes de seguidores que expõe ódio, violência verbal e ameaças.   Parece ser um estado permanente de ódio, seja religioso, sexual, político ou cultural, nada escapa ao ódio. Algumas manifestações de ódio são abertas ou diretas, outras são disfarçadas de altruístas, mas todas têm como objetivo neutralizar qualquer voz dissonante dos que esses furiosos ambidestros pretendem. No mundo da violência emocional odeia-se por um único motivo: não há no mundo espaço para concepções socais diferentes das quais a ambidestra cavaleira do ódio defende.   O ódio emburrece, torna bruto corações e mentes…

A insônia nos transforma em zumbis

Não lembro a última vez que dormir uma noite inteirinha de sono bom. Há anos sofro de insônia, geralmente só consigo dormir às 3h da manhã e às 6h já estou acordado, quando não passo a noite toda acordado, desesperado querendo algumas horas de sono. A insônia é cruel e perversa. Quando dormia só buscava ajuda em músicas, alguns tomam remédio, mas confesso que não tenho muita segurança em usar remédios para dormir. A insônia é uma invejosa, solitária vaga de quarto em quarto nos roubando o sono, ela nos quer acordados para zombar do nosso desespero, a insônia é uma fugitiva do tempo, seu tempo é amargo, inseguro, é o pesadelo que se passa quando não estamos dormindo. Talvez seja um castigo de algum deus insone, um deus que se diverte com nosso rolar na cama, com as preces nunca atendidas por alguns minutos de sono, com a cara fechada e deprimida do dia seguinte. Insônia, não adianta contar carneirinho, nada adianta, o coração parece cheio de espinhos, a cabeça roda mil voltas no mesmo lug…

ódio

Ao entrarmos nas redes sociais do Brasil entendemos porque neste país se mata tanto, porque a violência é nosso cartão de visitas. A violência virtual espelha a violência real. Comentários ácidos, ameaças e truculência verbal é a voz bestializada das redes sociais. Para, além disso, ainda há o compartilhamento em massa de bizarrices que em nada contribuem para o avanço da sociedade. Claro, há também o gosto pelo compartilhamento de mentiras e distorções, cada um se faz juiz e promotor, jurado e carrasco, ao fim é certo que o Brasil não merecia o povo que tem. Se eu fosse estrangeiro não teria medo de grupos terroristas, teria medo era de brasileiros, um povo cretino que enche a cara, pega o carro e vai para estrada assassinar pessoas, que ano após ano vota nos piores políticos, que usa a religião para eleger políticos, que destrói com a natureza, que sente mal-estar com o sucesso do seu semelhante, enfim, um povo preguiçoso que quer ficar rico sem trabalhar, quer que outro banque seu…

Bullying

Mais do que falar em bullying, vamos nos questionar quem ensina nossas crianças a serem autoritárias? Criança autoritária é igual a adulto agressivo, violento e sem compromisso com a vida, nem a dele e nem do próximo. Trabalhando em escolas há anos tenho observado durante todo esse tempo como muito pais influenciam o comportamento dos filhos de maneira decisiva. Pais agressivos tendem a educarem seus filhos para o autoritarismo. Já vi pais ameaçarem professoras, pais baterem em professores, já vi pais gritarem:- “Meu salário paga dez como você!”, já vi mães que tratam seus filhos como se eles fossem os únicos serem humanos do planeta, pais que gastam milhares de reais em uma festa de aniversário para seus filhos, mas são incapazes de ensinarem valores como solidariedade, justiça e tolerância , no lugar disso ensinam aos filhos que eles são de “nível social diferente”,  que “ quem pode pede e quem não pode obedece” . Desde que escola é escola crianças sempre se coloraram apelidos, se…

Todos são mortais

Por que minhas Rosas Negras ficam analfabetas? Morrem em terra seca e sem esperança? Por que o medo sempre está neste meu Jardim? Por que o horizonte das minhas Rosas Negras é sempre tão triste? Por que minhas queridas Rosas Negras são sempre as drogadas, bêbadas, prostitutas ou delinquentes? Por que são sempre as Rosas Negras as erradas? As que são deixadas ao acaso? Por que a religião das minhas Rosas Negras é a religião do demônio? Por que apontas com teu dedo preconceituoso e imundo para meu Jardim de Rosas Negras? Minhas Rosas Negras, em nome do Deus Tempo eu vos saúdo. É possível sobreviver a delinquência do estado que se nutre do nosso sangue trabalhador, muitas vezes levam nossos corpos para cama de pregos e espinhos, muitas vezes jogam nossos nomes na lama da injúria, mas é preciso ser forte, se preciso morrer morre, mas não recuar, não abrir mão do direito de cultivar no jardim da cidadania nossos próprios sonhos. É impossível ser feliz com o mal, o mal se nutre do próprio …