Não é por nada não!
De: Ediney Santana


A indiferença com as misérias humanas é café da manhã servido com a calma de quem pelo outro só tem uma única razão: Viver para si.
Todos os dias milhares de pessoas morrem assassinadas pelo tráfico de drogas, pela violência do trânsito, por doenças simples e fáceis de serem curadas, morrem por falta de informação, morrem pelo silêncio e a indiferença de muitos lideres que só vivem para si e para a manutenção do poder pela perversão do poder.
São Francisco do Conde - BA é um dos municípios no país que tem a maior renda per capita entre todos os municípios brasileiros, no entanto sua população vive na sombra e das migalhas de uma vida digna. A cidade é rica, sede da refinaria Landufo Alves, no entanto a miséria é o cartão de visita dessa pequena cidade a beira da Baía de Todos os Santos.
A degradação humana é explorada pela mídia, explorada com pompas e galhardia. A miséria retratada é prazer pervertido para muitas outras pessoas que se sentem imunes ao que estão vendo na TV, não sabem que são elas também personagens dessas mesmas misérias que sentem um certo prazer em ver na TV.
Nos lixões das grandes cidades a vida humana não vale muita coisa, a podridão do lixo faz par com a vida miserável de tantas pessoas. Tudo isso sobre as bênçãos da indiferença.
Desde cede se ensina a cuidar do que é seu primeiro é o que é coletivo tem pouco valor, cada um no seu mundo de poucas razões, no seu mundo microscópio e sem beleza real. Tudo isso nos leva para uma única certeza: estamos perdendo nossa humanidade ou nunca a tivemos.
http://edineysantana.zip.net
ediney-santana@bol.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys