As aventuras de Cacá e o Pequeno Príncipe
De: Ediney Santana

As aventuras de Cacá é um desenho japonês de 1975 e exibido aqui no Brasil pelo SBT em meados dos anos de 1980. Cacá foi criado por Madoka Akitsu - Yoshikazu Yasuhiko. Ao total foram apenas 26 episódios para a TV. O desenho conta as aventuras de um menino na pré-história ao lado de seus amigos Barum e Cheirosa.
O que difere Cacá de outros desenhos para crianças é que a carga dramática é bastante acentuada, o desenho aborda temas como morte, suicídio. Lembro de quando criança a sensação de tristeza que o desenho me causava, isso porque Cacá, ao contrário de outros desenhos, mostrava um mundo muito próximo de nossas vidas, ou seja, a vida com seus altos e baixos, sem super-heróis e nem monstros invencíveis. A beleza do desenho está justamente que mesmo se passando na idade media são apresentadas questões psicológicas que fazem parte do nosso cotidiano.



O Pequeno Príncipe



O Pequeno Príncipe é um romance de Antoine de Saint-Exupéry publicado em 1943. o livro conta a busca do Pequeno Princepe, um garoto que vive solitário em seu pequeno palaneta e que sai a buscar amigos por outro planete, mas a cada nova pessoa que encontra vai se decepcionado. Tanto Cacá quanto o Piqueno Príncipe dois grandes momentos da arte, um feito para a tv o outro nasceu emlivro e foi adptado para tv, palco e é terceiro livro mais editado do mundo.
os personagens:


“Quando a gente acaba a toalete da manhã, começa a fazer com cuidado a toalete do planeta.”

A Rosa


“É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas”....
.
O Piloto


“As pessoas grandes aconselharam-me deixar de lado os desenhos de jibóias abertas ou fechadas.”

O Rei


"É preciso exigir de cada um
o que cada um pode dar"
.
O Vaidoso


"Mas o vaidoso não ouviu.
Os vaidosos só ouvem elogios."

O Bêbado


“– Por que é que bebes?
– Para esquecer.
– Esquecer o quê?
– Esquecer que eu tenho vergonha.
– Vergonha de quê?
– Vergonha de beber!”

O Homem de Negócios


– E de que te serve possuir as estrelas?
– Serve-me para ser rico.
–E para que te serve ser rico?
– Para comprar outras estrelas, se alguém achar.
Esse aí, disse o principezinho para si mesmo, raciocina um pouco como o bêbado.
.
O Acendedor de Lampiões


"Aí é que está o drama! O planeta de ano em ano gira mais depressa, e o regulamento não muda!"

O Geógrafo


'É muito raro um oceano secar, é raro uma montanha se mover...."

A Jibóia


"‘Por que é que um chapéu faria medo? ’
[...] Desenhei então o interior da jibóia, para que as pessoas grandes pudessem compreender. Elas têm sempre necessidade de explicações."

O Astrônomo Turco


"Mas ninguém lhe dera crédito por causa das roupas que usava. As pessoas grandes são assim."
..
A Raposa


“Tu te tornas eternamente responsável
por aquilo que cativas.”

A Serpente


"Mas sou mais poderosa do que o dedo de um rei.”

O Carneiro e A Caixa


"Desenha um carneiro para mim, por favor.”
“Era assim mesmo que eu queria!”.

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys