Dinossauros em paz como estaremos


Não sei qual, mas em um determinado momento da história os dinossauros passaram a ser uma praga devastando toda fauna e flora. E o que fez a natureza para impedir a destruição total de tudo? Os varreu da face da terra e olha que os dinossauros nem tinham consciência de que eram uma praga.
Tenho cá minhas desconfianças que a natureza não vai demorar a fazer a mesma coisa conosco. Somos uma praga auto-destrutiva e imoral no trato de nós mesmos e todos os outros seres vivos e ao contrário dos dinossauros somos conscientes da nossa nocividade.
Terremotos devastadores, tsunamis, incêndios provocados por raios, epidemias sem causa aparente não são nada além de uma mãozinha da natureza nessa nossa odisséia suicida.
A natureza é calma, pode demorar milhares de anos, mas um dia ela vai despoluir rios e mares, vai transformar os grandes desertos criados por nós em novíssimas florestas, a natureza é indestrutível, a vida nunca termina, mas a nossa espécie, essa sim tem dias contados para terminar.
A natureza nos olha com desprezo, somos para ela um amontoado de bactérias as quais ela vai pouco a pouco desagrupar para criar seres mais leves e menos nascíveis a si mesmos e ao meio ambiente.
Não sei qual espécie vai nos substituir, mas espero que palavras como ganância, estupidez, lucro e tantas outras não façam parte do seu vocabulário. Espero que escavem a terra e encontro telas que Cândido Portinari, discos da Violeta de Outono, partituras de Beethoven e Chopin, cerâmicas ianomâmi, vestidos de Clodovil Hernandes, filmes de Vivi Fernandez e nenhum retrato do Lula.
Quando tudo isso acontecer já há muito estaremos sob a terra leve e calma que um dia transformou os dinossauros em nós.
A foto que ilustra esse artigo é da belíssima atriz Vivi Fernandez
http://edineysantana.zip.net
ediney-santana.@bol.com.br

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys