Pular para o conteúdo principal

A justiça e o Bordel Brasil-para alguns


Pior que um ladrão a jurar santidade é um ladrão roubado por outro que por isso vira oposição ao sistema criminoso que ajudou a criar. Bandidos diplomados e poderosos como José Arruda, governador de Brasília, geralmente ganham da justiça uma anomalia do direito chamada de “delação premiada” e ficam impunes pelos crimes cometidos, no máximo renunciam ao mandato e voltam em pouco tempo as hastes do poder com a bênção e solidariedade da justiça e a cumplicidade criminosa dos seus eleitores.
Lúcio Flávio há muito disse que “bandido é bandido e polícia é polícia”, Lúcio Flávio foi um bandido romântico, mas nem por isso menos facínora, romântico por acreditar que a instituição policial estava distante do universo criminoso que ele vivia e em sua frase nos diz da impossibilidade dessa instituição um dia ser criminosa.
Nos dias de hoje bandido por ser polícia, promotor, juiz ou governador da capital federal de um país.
A justiça brasileira vive de sugar o sangue dos mais fracos, geralmente pegos para cristo, pessoas pobres e negras, por exemplo, são julgadas mais pela sua classe social do que por algum crime que eventualmente possam ter cometido. Para pessoas assim o Estado utiliza seu aparato de repressão e vai fazendo sua limpeza ética criminosa.
Cadê os assassinos do índio Galdino em Brasília? Os canalhas que espancaram uma mulher em um ponto de ônibus no Rio de Janeiro e alegaram em defesa que só fizeram aquilo porque pesaram que ela fosse uma prostituta? Cadê os assassinos de um homossexual em São Paulo e deixaram marcados no seu corpo símbolos nazistas?
Em Santo Amaro-Ba o Ministério Público Federal acusou o atual prefeito da cidade de ter superfaturado todas as obras em andamento no município, acusou, mas até agora a justiça não tomou posição alguma. Fui secretário da Educação em Santo Amaro deixei o cargo com apenas três meses ao descobri que o prefeito desejava utilizar verbas públicas do FUDEB para fins criminosos, denúncias foram feitas e a justiça? Ah!! justiça....
Esse é o brasil um país muito perigoso para quem é Brasileiro.
http://edineysantana.zip.net/
ediney-santana@bol.com.br











Postagens mais visitadas deste blog

“Eu vou tirar você deste lugar – As canções de Odair José”

A internet tem tirado do limbo muitos artistas que foram solenemente ignorados pela crítica e mídia ortodoxa ou pior, foram massacrados por uma estrutura midiática preconceituosa e elitista. Odair José foi um desses artistas que mesmo com uma importante obra foi deixado fora do que cretinamente chamam de MPB, essa sigla é a senha para que muitos artistas sejam desprezados e outros coroados como “gênios” e inquestionáveis. A internet nos faz olhar para o lado e ao olharmos para o lado encontramos um importante legado de inúmeros artistas, artistas que antes eram chamados de bregas, ou seja, inferiores culturalmente, politicamente, e não só isso, o público desses artistas também foi durante muitos anos marginalizados, tanto que muitas pessoas escondiam que gostavam deles. Curioso é que esse preconceito todo foi dogmatizado por gente supostamente progressista e defensores de causas nobres, gente que se diz sensível as nossas mais dolosas demandas sociais, mas aceitaram fazer parte da co…

Mãe

Livros. Bendita seja minha mãe que aos livros me apresentou, benditos livros que não me tornaram parte do lado doce da vida, mas também não me deixaram afundar no lodo existencial.  Bendita sejam todos letrados ou iletrados, benditos sejam os olhos "cegos" do meu pai que foram os guias dos meus passos, bendita seja cada letra do alfabeto, cada virgula, ponto, travessão, exclamação, dois pontos para me levarem ao mundo sem dor. Benditos sejam os anjos das vogais, os doutos das consoantes, Bendita seja minha professora Norma e sua doce alegria que na minha adolescência me mostrou a poesia da gramática, bendito seja meu professor Anchieta Nery  que me disse:  -Você é poeta. Bendita seja a noite, a sempre noite das minhas insônias, as tristezas amigas, o espelho que não me reflete, bendita seja a fé que não tenho,  esteja comigo para que na hora da minha morte eu não sofra o que já sofri pelas horas da vida. Benditos sejam os amores,  paixões,  verdades,incertezas da vida, gran…

A onda da mediocridade

Não acredite nesta história de "onda azul ou vermelha". Frases como essas foram criadas por empresas de propagandas, elas querem convencer você a votar da mesma maneira que nos induzem a comprar tal marca de cigarros ou cervejas. Essas empresas de publicidade não estão preocupadas com sua cidade ou sua felicidade, querem que você descida pela emoção, enquanto você ataca com sua emoção quem defende a "onda azul" ou quem defende a "onda vermelha", criando um clima de justiçamento político não enxerga o óbvio: as mentiras que são contadas, inventadas para que você se sinta bem estando de um lado ou outro, para que você tenha orgasmos políticos, como se realmente fizesse parte da mudança prometida, mas você é só uma ponte para que um grupo ou outro chegar ao poder. A “onda azul" e a " onda vermelha" são motivadas não por um sincero sentimento de esperança, realização ou sentimento cidadão, são motivadas pelo desejo de poder, é só o que aliment…