Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 12, 2009

Mais uma vez: Grato!

A solidariedade de uma pessoa para outra independente do que é ou represente essa pessoa, ao menos para mim, é a única possibilidade de amor sincero. Um dia por insistência de minha mãe e provocação do amigo Del prestei vestibular para Letras no Campus Avançado da UFES/Santo Amaro. Fui aprovado e entrei naquele mundo estranho e distante até então para mim. Lá encontrei uma pessoa que faria toda diferença em minha vida, essa pessoa foi o professor Anchieta Nery. Durante quase todo o curso o professor Anchieta lecionou Literatura Brasileira, ao contrário de muitos  professores da universidade, Anchieta Nery não queria formar acadêmicos, queria nos tornar professores, nos preparava para a dura realidade que iriamos encontrar na sala de aula. Um dia ao chegar ao Campus ele pediu alguns versos meus para futura publicação de um livro, dois anos depois saiu o “Até que eternidade nos una”. Naquele dia o professor Anchieta sem saber me ofereceu uma grande prova de que eu era capaz de publicar…