Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 7, 2009

Nem sim, nem não, talvez por enquanto

Há uma piada espanhola que diz: “cinco judeus ilustres definiram os rumos da humanidade. Primeiro Moisés, tudo é lei. Depois Jesus, tudo é amor, veio então Freud, tudo é sexo, logo depois Marx tudo é dinheiro e finalmente Einstein, tudo é relativo”.
Não esqueçamos que o texto acima é uma piada e se apropria superficialmente do pensamento desses ilustres senhores, mas é inegável uma certa lógica em seu humor e recortes, sobretudo no “ tudo é relativo” de Einstein.
Com a ideia de Einstein o mundo passou a viver sobre o relativismo dos sentimentos, não só de poder, mas no dia dia e corrida pela liberdades individuais. Depois disso a ideia de alguém propriedade de outro alguém passou a ser severamente questionada.
Talvez isso explique como um físico nuclear tornou-se uma das figuras mais pops do século passado, embora pouca gente saiba que diabos signifique E=mc².
A verdade não é mais vista como algo universal e a ideia de inteligências superiores também não. Falamos de múltiplas inteligênci…