Enchente em minha cidade

Enchente em minha cidade. Chove muito, há muitos desabrigados, não tenho o que muito dizer neste momento de dor para minha pequenina cidade, deixo aqui a letra da música Trilhos Urbano de Caetano Veloso composta em homenagem a ela.
"O melhor o tempo esconde/
longe, muito longeMas bem dentro aqui/
quando o bonde dava a volta aliNo cais de Araújo Pinho/
tamarindeirinhoNunca me esqueci onde o imperador fez xixi
Cana doce Santo Amaro/
gosto muito raroTrago em mim por ti/
e uma estrela sempre a luzir
Bonde da Trilhos Urbanos/
vão passando os anosE eu não te perdi/
meu trabalho é te traduzir
Rua da Matriz ao Conde no trole ou no bondeTudo é bom de vê, seu Popó do Maculelê
Mas aquela curva aberta
aquela coisa certaNão dá prá entender o Apolo e o rio Subaé
Pena de Pavão de Krishna, maravilha, vixe MariaMãe de Deus, será que /
esses olhos são meus ?
Cinema transcendental/
Trilhos UrbanosGal cantando o BalancêComo eu sei lembrar de você”
*A Foto é da Pulic Modas

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys