Aprender a gostar

Há coisas que se faz necessário aprender a gostar, nem todo amor se revela instantaneamente, se é que há alguém ou alguma coisa a nos apaixonar ao primeiro contato.
É mais fácil gostar depois de entendermos o porquê de algo nos prender além do normal.
Sedução para mim acontece quando esbarramos em algum mistério, em algo pronto para acontecer e não acontece, quando esse algo se revela quase conhecido, quase um pedaço de nós, mas não é.
Aprender a gostar exige paciência, maturidade, desprendimento... Enfim tudo que nas nossas urgências diária não temos fácil à mão.
Maturidade e saber-se envolvido não com o outro, mas no compromisso com a vida e todas suas contradições, paciência é de si não fazer-se escravo, desprendimento é na convivência diária aprender a gozarmos juntos, ri do comum, das tentativas de felicidade e das reais alegrias encontradas pelo caminho.
Quantas vezes abandonamos algo ou alguém que nos poderia ser prazeroso só por não fazermos esforço algum de aprender a gostar? O mundo é um grande Fast-food, trabalho Fast-food, delicadeza Fast-foode o pior vida Fast-food, pense nisso tudo da próxima vez que cruzar uma rua sem avaliar os riscos.





Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys