Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 5, 2010

O Nome da Rosa

Os monges da idade média se autoexilavam em mosteiros na busca de um contato mais “íntimo” com Deus.
Tenho certeza que muitos desses monges tinham o diabo na alma, não só na alma, mas nas entranhas e desejos mais promíscuos que os de Vadinho e sua tola Dona Flor.
Em tese os mosteiros eram ótimos lugares para buscar refúgio das tentações do tinhoso, mas será que isso dava realmente certo? As tentações dependem do lugar que estamos? Da geografia? Ou como queriam os naturalistas, até do calor, do sol, dos trópicos?(ler o cortiço de Aloísio Azevedo), Em “O Nome da Rosa” romance histórico, do meu maravilhoso Umberto Eco, ambientado na idade média há pistas que não.
Viver em um mosteiro era está longe de tudo, das tentações e das coisas que os olhos celebram com toda vontade canibal. Ledo engano, o mosteiro o qual é palco para o enredo do romance do Eco é um micro-organismo, palco de disputa pelo poder e conhecimento. Tudo isso salpicado de luxúria e orações.
Não tem jeito o corpo parece ter si…