Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 22, 2010

Os sertões do litoral

Quando criança sentia vergonha de dizer o nome da minha cidade natal: Mundo Novo. Sentia vergonha porque no recôncavo da Bahia o sertão e sua gente eram vistos como miseráveis, sujos, retirantes analfabetos.
Não sabia o povo do litoral que mesmo se fossemos analfabetos e miseráveis ou retirantes no fundo éramos produtos de um país excludente e politicamente pervertido o qual eles também eram vítimas e não sabiam.
As suas misérias eram melhores maquiadas com os títulos de seus barões estupradores de duas culturas inteirinhas: a africana e indígena.
Lembro quando morávamos em um prédio onde vivia só gente sertaneja, ouvia frases ditas pelas pessoas que passavam em sua frente como: “é uma favela” “povo ignorante”. Como criança não sabia exatamente o significado disso, mas sabia o quanto de ódio estava ali.
Em mim a vergonha acabou quando anos mais tarde ouvi Ariano Suassuna falando mais ou menos o seguinte: o povo do litoral do nordeste sente vergonha do povo do agreste, e por isso deseja se…