Pular para o conteúdo principal

Tesão

Escrevi no Word: “tesão” , ele censurou, indicou como substituta a palavra “excitação” . Pobre programador do Word, não sabe da beleza dessa palavra tão brasileira: tesão. Lembro da Tetê Espíndola gritando: “pois sem você meu tesão/ não sei o que eu você”. Sem tesão pouco se é.
Sem tesão a vida fica morninha, fica tudo meio bóia fria, sem tesão não há brilhos nos olhos e o que é carência naufraga de vez na chatice de nos aturarmos. Aturarmos é o mesmo que sobreviver quando deveríamos viver.
Hoje um vereador em minha cidade foi preso a mando do prefeito. “Delito” do vereador: crime de pensamento. Publicou um manifesto em que denunciava crimes econômicos praticados pelo prefeito contra o dinheiro público. A PM da Bahia deu um grande exemplo de polícia cidadã, serviu de capanga para um prefeito acusado de crimes gravíssimos.
Que tesão fica em viver em um país assim? Que pensar é crime? Escrever um manifesto é crime? Que não ser situação é crime?
A força impõe o não tesão, impõe a universalização da barbaria, tudo funciona certinho, enquanto houver miseráveis que aceitem viver de migalhas e sem tesão Darth Vader controlará as estrelas.
Estou com tesão para apreender inglês e entender melhor o canto de Robert Smithes, sentir emoções sem intermediários é tesão exato em prazer, tesão não pode ser terceirizado.
 Direto como paixão adolescente, talvez breve como o tempo sobre os nossos anos, assim o tesão nos faz febre do bem, coração em sincera alegria em dividir-se para somar-se.
Às vezes me masturbo, é um exercício de fantasia e tolerância entre carências físicas presumidas e emoções em vago prazer, mas é preciso admitir que por vezes é melhor masturba-se no na tara de si mesmo do que gastar energia com um corpo gostoso, mas sem tesão.
Tesão e prazer... Um chama o outro e se completam, ninguém é feito para prazeres solitários. Os ladrões são mais felizes quando roubam em quadrilha, os amantes quando seus corações são sincronizados pelas mesmas utopias de vida a dois, uma freira se entregar ao único homem que ela nunca poderá ter... Cristo... Eternamente pregado na cruz, morreu pelo tesão de nos salvar.
Vejo na TV esse monte de quase gente roubando dinheiro público, é muita grana, não consigo imaginar o porquê deles sempre desejarem mais e mais... Tesão sem fim por algo que certamente um dia vai matá-los.
O tesão que mata, humilha e redime, meus pequenos tesões, tão pequeninos: “Uma casa no campo/ dois amigos do peito/ e nada mais” *. O tesão convertido em uma eterna busca, nunca encontrado, ser do céu o relâmpago delicadamente convertido em mel na língua de quem amos.
Todos os dias as mesmas horas há aquele silêncio, o momento que pararmos, não somos nada além de silêncio, é o momento o qual recusamos até nossa voz, aquela companheira que sempre dialogamos e nunca nos deixar só. Nessas horas nosso maior tesão é ficarmos completamente absortos na natureza... Algo entre estar coisa e ser vida...Porque no fim com tesão ou não as coisas vivem mais que nossos corações em frágil encanto de vida.
ediney-santana@hotmail.com
http://edineysantana.zip.net/
Ps- Artigo escrito ao som de Pictures of you com The Cure
* Zé Rodrix e Tavito

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

Livros. Bendita seja minha mãe que aos livros me apresentou, benditos livros que não me tornaram parte do lado doce da vida, mas também não me deixaram afundar no lodo existencial.  Bendita sejam todos letrados ou iletrados, benditos sejam os olhos "cegos" do meu pai que foram os guias dos meus passos, bendita seja cada letra do alfabeto, cada virgula, ponto, travessão, exclamação, dois pontos para me levarem ao mundo sem dor. Benditos sejam os anjos das vogais, os doutos das consoantes, Bendita seja minha professora Norma e sua doce alegria que na minha adolescência me mostrou a poesia da gramática, bendito seja meu professor Anchieta Nery  que me disse:  -Você é poeta. Bendita seja a noite, a sempre noite das minhas insônias, as tristezas amigas, o espelho que não me reflete, bendita seja a fé que não tenho,  esteja comigo para que na hora da minha morte eu não sofra o que já sofri pelas horas da vida. Benditos sejam os amores,  paixões,  verdades,incertezas da vida, gran…

A onda da mediocridade

Não acredite nesta história de "onda azul ou vermelha". Frases como essas foram criadas por empresas de propagandas, elas querem convencer você a votar da mesma maneira que nos induzem a comprar tal marca de cigarros ou cervejas. Essas empresas de publicidade não estão preocupadas com sua cidade ou sua felicidade, querem que você descida pela emoção, enquanto você ataca com sua emoção quem defende a "onda azul" ou quem defende a "onda vermelha", criando um clima de justiçamento político não enxerga o óbvio: as mentiras que são contadas, inventadas para que você se sinta bem estando de um lado ou outro, para que você tenha orgasmos políticos, como se realmente fizesse parte da mudança prometida, mas você é só uma ponte para que um grupo ou outro chegar ao poder. A “onda azul" e a " onda vermelha" são motivadas não por um sincero sentimento de esperança, realização ou sentimento cidadão, são motivadas pelo desejo de poder, é só o que aliment…

Jantar e crime

Na delação: “em um jantar acertamos o valor da propina”. Quantos crimes são articulados em mesas fartas e jantares de luxo? Ou melhor, em palácios? É mórbido e tragicamente irônico que pessoas sentam-se em uma mesa cheia de comida para acertar crimes que vão levar à fome e morte tantas outras pessoas. Nos últimos dias, com o avançar da Operação Lava Jato e as delações premiadas, tomamos consciência da naturalidade a qual crimes são articulados, como pessoas sem sentimento algum, roubam e matam com se estivessem apenas trocando ideias entre amigos e parentes sentados em uma mesa. Paralelo a comilança criminosa, esses mesmos agentes do Estado tramam reformas administrativas que vão impactar a vida dessas mesmas pessoas já roubadas por eles. É preciso, sim, diminuir os gastos públicos, mas não se pode sacrificar quem já não tem quase nada. Nossa saúde e segurança pública são máquinas de triturar gente, gente pobre e tempere isso com o absurdo da reforma da previdência que iguala pela pe…