Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 18, 2011

Coração feminino*

Sou um coração feminino. Adoro (estar) com e entre mulheres, sejam amigas, inimigas ou amantes da última hora, adoro o universo no qual delicadeza e aspereza se confundem. Prefiro o ódio feminino que a insensatez (dosada quase sempre por estúpidos sentimentos) dos homens. Tenho algumas amigas inesquecíveis e inimigas perigosíssimas, poucas mulheres amei, pouco fui amado além da cordial convivência. Mulheres sempre me quiseram cama e corpo, pouca alma. Gostaria de encontrar Angela Rôrô em um delicado estar de canções e poesias, ser minha poesia abraçada pela voz terna da Adriana Calcanhotto, ouvir Rita Lee sussurrar em meu ouvido: “menino bonito”. Ressuscitaria com alegria minha preta vó Erundina, pintaria com alegria feminina a mais delicada possibilidade de amor em sincera cumplicidade. Envelhecer sozinho não vale à pena, a pena fica mais leve se de mãos dadas temos nosso coração no compasso de outro sem escravizarmos ou sermos serviçais de coração algum. Com as garotas da minh…