Postagens

Mostrando postagens de Agosto 9, 2011

Coração poeta*

Imagem
Poetas trazem escorpiões no coração e borboletas na língua, amam o impossível, brincam com o improvável, ter de si dores que talvez nem as sintam de verdade. Corações poetas trazem o mundo para  seus quartos, acham que suas dores são  maiores que as dores da língua terminal de um compositor de música popular. A poesia está no cotidiano, na palavra simples do homem sentado a vender cafezinho, na cama imunda de um motel barato, no sexo oral gostoso, na chuva preguiçosa, no vandalismo de um discurso político. O romantismo ainda versa na maioria dos corações poetas do país, corações ébrios demais, se sentem inclassificáveis, vítimas do sistema, degredados em sua própria língua, foge de definições, mas se prendem a tristes emoções do século retrasado. Corações poetas são dados a amantes de todas as horas, vadios, inescrupulosos. Nenhuma arte é mais perversa que a poesia, se reconhece um tolo ao primeiro verso escrito entre o grotesco verbo e a palavra poética que se pretendia dizer. Poetas bras…