Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 1, 2011

O gênio esquecido

Alfredo Oliani (1906- 1988) nasceu, viveu e morreu em São Paulo São Paulo, Foi um notável escultor, mas suas obras mais importantes não estão em um museu, estão no cemitério de São Paulo. Como notamos pelo período do seu nascimento e morte Oliani foi testemunha de inúmeros movimentos de vanguarda, da Semana de Arte Moderna ao Tropicalismo, embora não esteja ligado, ao menos diretamente ou para historiográfica oficial, a nenhum deles Oliani notabilizou-se pela arte fúnebre, suas magníficas esculturas fogem do senso comum artístico e transforma uma simples sepultura em um estado de êxtase artístico, por isso mesmo penso que alguns desses trabalhos deveriam ficar em um museu protegido, por outro lado expostas em um cemitério são vistas por milhares de pessoas, e dado a grandeza das obras não há dor que torne suas presenças ali indiferentes, embora isso não signifique contemplação já que na maioria das vezes a dor leva as pessoas aos cemitérios e não a arte. Mesmo sendo um artista espetacul…