Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 24, 2011

Todos são mortais

Por que minhas Rosas Negras ficam analfabetas? Morrem em terra seca e sem esperança? Por que o medo sempre está neste meu Jardim? Por que o horizonte das minhas Rosas Negras é sempre tão triste? Por que minhas queridas Rosas Negras são sempre as drogadas, bêbadas, prostitutas ou delinquentes? Por que são sempre as Rosas Negras as erradas? As que são deixadas ao acaso? Por que a religião das minhas Rosas Negras é a religião do demônio? Por que apontas com teu dedo preconceituoso e imundo para meu Jardim de Rosas Negras? Minhas Rosas Negras, em nome do Deus Tempo eu vos saúdo. É possível sobreviver a delinquência do estado que se nutre do nosso sangue trabalhador, muitas vezes levam nossos corpos para cama de pregos e espinhos, muitas vezes jogam nossos nomes na lama da injúria, mas é preciso ser forte, se preciso morrer morre, mas não recuar, não abrir mão do direito de cultivar no jardim da cidadania nossos próprios sonhos. É impossível ser feliz com o mal, o mal se nutre do próprio mal,