Luiz Gonzaga: 100 de uma lenda

Não há maior glória para alguém do que ser referência para tantas outras pessoas, mas além de referência ser uma lenda é algo para poucos. Bob Marley ao morrer com seus 36 anos deixou um legado musical maravilhoso e hoje é mais que um artista pop, é uma lenda. Os Beatles há muito não são só uma banda formada por quatro garotos de Liverpool, são uma lenda da música mundial, Elvis Plesey foi muito além da sua voz poderosa e é tão lenda quanto os Beatlhes, Robert Jonhson morto aos 27 anos foi direto para galeria dos lendários da música, Mozart cujo nome é sinônimo de música e genialidade é uma das maiores lendas da história da música.
No Brasil o único artísta lenda é Luiz Gonzaga, nehum outra pessoa por aqui foi tão além da condição de artista como ele. Figura emblemática deixou-nos um catálogo musical maravilhoso, sua imagem pode ser encontrada desde loja de artesanatos a grafites em muros, suas canções foram regravadas por quase todos os artistas da sua geração e das posteriores, seu Centenário esse ano será festejado em todo país e durante o São João será impossível calcular quantas festas, shows serão realizados em sua homenagem.
Ao lado de Zé Dantas e Humberto Teixeira, Luiz Gonzaga compôs canções Inesquecíveis que ajudaram a não só imortalizar seu talento, mas a transformá-lo em lenda.
É lenda quem tão somente seu nome conta toda uma história e basta que alguém o escute para criar todo um imaginário de cultura, criatividade e identidade, assim ao ouvir a palavra Mozart alguém que nunca ouviu uma sinfonia criada por ele pode criar toda uma imagem ao seu respeito e o identificar como alguém diferenciado dos demais compositores.
Luiz Gonzaga é uma lenda porque não o identificamos tão somente como um músico, ele é a tradução de um povo, tudo nele é referência, sua vida bucólica, deu voz ao sertanejo do campo, cantando gêneros musicais dançantes, ora sendo politizado, conseguiu unir vários elementos que o fez ser do povo sua tradução, mesmo para quem vive nas cidades Luiz Gonzaga soube se fazer ouvido e sentido.
Nenhum outro artista brasileiro conseguiu a emblematicidade de Luiz Gonzaga, a questão não fica tão somente na seara musical, musicalmente podemos encontrar artistas mais talentosos que ele, no entanto para ser uma lenda só o talento não basta é preciso ser talento mais identificação, ou seja, sua arte e vida devem se identificar com a cultura de um povo.
O nordeste festeja Luiz Gonzaga, a voz do sertão que traduz nossas mais sinceras angústias e alegrias. Ao se vestir de cangaceiro Luiz Gonzaga fez homenagem a outra lenda Lampião, que encarna em si a eterna dualidade do ser entre o bom ou mal, Gonzagão o entendeu com o símbolo de luta do povo pobre nordestino, e o povo pobre ou não do país inteiro entende Gonzagão quando os primeiros acordes de Asa Branca canta sua saudade não só dos olhos verdes de Rosinha, mas de toda sua gente.
Contatos: http://edineysatana.blogspot.com.br, ediney-santana@bol.com ou ediney-santana.zip. net









Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys