Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 18, 2012

Vá porrar o diabo

Todos nós temos nossos momentos de “porras”, “dana-se o mundo” ou “ vá se fuder” , mas “ “porrar” o mundo o tempo todo é extrapolar todas regras de convivência com nós mesmos e com quem esteja por perto. Um comportamento intolerante pode nos dizer muito sobre uma personalidade, principalmente o quanto ela não serve como parceira das nossas sagradas rotinas que ao fim é composta por pequenas negociações e conflitos. Percebi que estava ficando intolerante com pessoas intolerantes, ou seja, estava me tornando justamente uma das coisas que mais odiava, notei então que “Pra pedir silêncio eu berro. Pra fazer barulho eu mesmo faço”, como canta Rita Lee, nem sempre é um bom caminho. Em tempos de nervos geléia buscar caminhos mais suaves para pedir silêncio, resolver conflitos sem armar guerras é mais que uma carta de educação é garantir nosso lugar neste rascunho de civilidade que ainda nos resta. Raul Seixas nos canta: “Querer o meu. Não é roubar o seu. Pois o que eu quero. É só função de …