Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 28, 2012

Sangria

Cortar o que tiver de ser cortado, sangrar de uma vez o que tiver de ser sangria, sofrer por estágio é para quem tem vicio em desgraças pessoais, eu não, morro logo e espero o momento inexato para renascer, antes só que acompanhado por fantasmas. Viver como alma penada na dependência de corações mal assombrados não é para mim, vago só e gozo em minha solidão. Corpos cansados, carregados de medos fazem mal ao gozo. Escrevo poesia para depois e depois e depois do amanhã não há nada para ser dito hoje. A lanterna não traz luz, nada de ser refém da energia que vem do outro, não sou niilista apenas vaga vogal acrílica perdida nas tuas tatuagens tristes. Estou ouvindo “O Soldado e o Anjo”, dos Secos e Molhados, quase posso ver você aqui com seus cigarros, seus amantes e amigos. Gostar é saber ser amante, ser o outro e ser ninguém em vida de pessoa alguma, gostar é algo meio ser capacho. Algumas abelhas estão aqui nos meus braços, fazem mel e estão rindo dos meus cabelos molhados, nada de c…

Ao amor e ao ódio


O medo político e o terror geram a desgraça e  miséria para milhões de pessoas, mas também geram a riqueza para alguns poucos e é mantendo a esperança no coração de milhões de pessoas pobres ou miseráveis que o fazer político para o crime vai se perpetuando no país. Desde que o país foi redemocratizado nenhum presidente ousou enfrentar as estruturas que geram as desigualdades sociais. Vivemos em um país de paliativos, e são esses paliativos mascarados de programas sociais que servem para cretinos se eternizaram como grandes personalidades da política quando não passam de sevicias do crime e da barbaria representados por narco-empreiteiras, todos nossos presidentes foram eleitos com ajuda de dinheiro sujo, em verdade não foram nossos presidentes, foram e são presidentes de empreiteiras e suas eternas obras pagas com nossa falta de saúde, desemprego, violência e toda sorte de humilhação social. Estamos mais uma vez em uma campanha política, no lugar do debate e da celebração de uma…