Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 10, 2012

Flor no caos

Quando mais se aproxima mais se afasta do desejado, quanto mais se vive nega-se o próprio viver, quanto mais se busca a felicidade mais a angústia parece ser a estação última de tudo que somos. Essas contradições às vezes parecem ser o resumo de muitas pessoas que fizeram de suas vidas tenebrosas caricaturas de si mesmas. Todas buscas por felicidade, vida afeição ou amor quando trilhadas sobre ruínas emocionais pouco resta além da sensação enganosa de que se tenta sinceramente ser feliz, isso tudo leva ao inevitável viver e não existir. Por algum motivo desconhecido por mim algumas pessoas levam a risca aquela canção do Tim Maia: “Alguns nascem para sofre enquanto outros ri”. Muitas pessoas acreditam nessa simples equação determinista, “Azul da cor do mar” é uma canção lindíssima, mas induz ao engano corações emocionalmente fragilizados, não há determinismo nem para felicidade ou infelicidade. Em “Veveco, Panelas e Canelas”, canção de Milton Nascimento e Fernando Brant, eternizada na…