Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 1, 2012

“Eu não sou cachorro não”

Lembro certa vez na universidade (UEFS) o professor Robson levou um texto que satirizava a divisão em castas da música no Brasil. O texto contava a história de um estrangeiro que era orientado a dizer que conhecia Caetano, Milton, Chico e Gil e deveria demonstrar desprezo por cantores populares como Zé de Camargo, caso contrário poderia ser marginalizado pelo meio “cult” e preconceituoso da “intelligentsia” do país. No livro “Eu não sou cachorro não”, Paulo Cesar de Araújo pesquisou muitos fatos envolvendo artistas populares que durante a ditadura militar foram perseguidos, tiveram musicas censuradas e, no entanto foram sempre taxados de alienados ou de gosto musical duvidoso. Isso aconteceu e acontece não só na música, na literatura é a mesma coisa, se você não for parte da corte universitária ou pousar de pós- moderninho ou ainda se for oposição a estética estabelecida do que dizem ser representação do seu tempo dificilmente vai ter algum espaço para divulgação da sua produção artí…