A dor do parto

Cuidar, amar, ouvir seus filhos não vai assegurar que eles sejam pessoas boas, do bem, que não se machuquem, mas vai garantir a você pai e mãe a certeza que seus filhos não foram gestados no acaso de uma noite de sexo cinzento e sim em uma noite de amor profundo, o amor incondicional não se dissolve em ilusões ou decepções. Fortalecer nossos laços afetivos e não se permitir a frieza de famílias baseadas no afeto comprado pelo dinheiro certamente é o caminho mais feliz para uma relação justa e fraterna com os filhos.
Cadê os pais que abandonam seus filhos em escolas ou creches? Cadê os pais que sabem tanto dos filhos quanto sabem da responsabilidade que amar nos impõe? Que pais são esses que gozaram para fazer filhos, mas nascidos os filhos tratam com indiferença e colocam na escola a responsabilidade de educa-los quando isso e responsabilidade deles?
Que pais são esses que na terna infância dos filhos incutem na cabeça deles que ser um Neymar é melhor que aprender a ler e escrever bem? Na minha pré- adolescência lembro de meninas chorando porque queriam ser Paquitas, as mães compravam kits Paquitas: peruca loira, botas, mini saias e davam para as filhas, mas não lembro dessas mães indo a escola saber como iam suas filhas.
Que pais são esses que ficam bêbados na frente das suas crianças, fumam cigarros depois dão discursos moralistas contra quem se droga ou cai bêbado na rua? Que pais são esses que vibram quando seus filhos homens - crianças tentam beijar pela força uma coleguinha no parque, quando deveriam aproveitar para ensinar aos seus filhos o respeito à mulher?
Cadê os pais que pensam e acreditam que ser pai ou mãe é fazer dos seus filhos amostra grátis das suas vaidades, enfeitando todos como árvores de natal ocas e sem amor? E expondo na vidraça das suas vidas medíocres?
Eduquem seus filhos com os preconceitos que você como mãe e pai acreditam ser virtudes e vocês terão pequenos monstros em casa, vão ajudar a criar os filhos da puta do amanhã, julguem as pessoas pela cor, condição sexual ou crença religiosa e ensinem seus filhos a serem canalhas, machistas e sem amor algum a vida, obriguem seus filhos a sonharem os seus sonhos de pai e mãe e vocês vão criar adultos infelizes e desequilibrados, mostrem desprezo por pessoas socialmente desprestigiadas  por essa sociedade doente e façam dos seus filhos pessoas arrogantes e sem caráter.
Escolham o time de futebol que seus filhos devem torcer e ajudem a criar adultos inseguros, manipulados e dementes, ensinem aos seus filhos que com dinheiro até Deus nos sorrir com mais agrado e ajudem a criar adultos incapazes de gestos de solidariedade, ensinem aos seus filhos que você mãe pai podem tudo porque são ricos e ajudem a criar adultos que não respeitam leis, corruptos e sem respeito algum a vida.
Ensinem aos seus filhos o poder que o dinheiro tem para corroer a sociedade, que só o dinheiro nos faz ser respeitados, que seu filho por ter pais ricos é mais importante que o porteiro da escola e ajudem  a formar sociopatas, mostrem aos seus filhos que se Deus é a salvação, o dinheiro é o caminho, verdade e vida e ajudem a fabricar adultos frios, cruéis e prepotentes.
Trate seus empregados como lixo e ajudem seus filhos a se tornarem adultos miseráveis e sem gentileza alguma, ensinem aos seus filhos que para ser feliz deve-se assegurar na terra os tesouros que o paraíso divino só promete no céu e faça dos seus filhos pequenos miseráveis gananciosos, entregue a responsabilidade de educar seus filhos para escolas que mais parecem lojas de Shopping Center e depois lamentem quando eles se tornarem pessoas consumistas, quando na sua velhice e escondê-lo em uma albergue por ter vergonha dos cabelos brancos em sua cabeça, quando você pai e mãe adoecer e seu filhinho querido preferir ir a um show que cuidar de vocês. Ser pai e mãe não se resume a festa da biologia  ou na estúpida ideia de que só a grana se faz alguém feliz.
Quantos pais você conhece que vão à reunião de escola? Que conversa com seus filhos quando estes estão tristes e distantes? Que conversam com seus filhos quando esses querem dividir uma alegria, uma conquista? Muitas crianças são “educadas” para que a sociedade reconheça nelas as grandezas dos seus pais e não para que se tornem pessoas saudáveis, independentes, segura de si.

Famílias silêncio entregam seus filhos ao mundo quando deveriam prepará-los para vivê-lo, famílias silêncio não sentem a dor dos filhos sentem sente a dor individual de um pai ou mãe que através de um filho entregue ao mundo provou da dor de ser irresponsável.

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys