Postagens

Mostrando postagens de Maio 17, 2013

Cafonas e outras coisas delicadas

Imagem
A foto ao lado foi tirada quando éramos do Grêmio Estudantil João Dórea Gomes, em algum dia dos anos de 1994, estudávamos do Centro Educacional Teodoro Sampaio, a passeata aconteceu porque estávamos putos da vida pela falta constante de professores e outras coisas como a falta de livros na biblioteca. Por causa dessa foto Amália Patrícia, uma amiga minha cantora e artista plástica, disse que eu sempre fui cafona, honestamente achei cafona usar a palavra a cafona para me chamar de, digamos, mal vestido. Havia boas intenções no grêmio, mas como se diz: o inferno está cheio de pessoas que tem boas intenções, o paraíso não são para os mansos de alma, são para quem podem pagar o condômino dos sonhos possíveis, uma educação possível de qualidade não faz parte do nosso histórico. Crescemos ouvindo que: nunca devemos perder a capacidade de sonhar, que se deve acreditar sempre nos seus sonhos, que nunca devemos perder o encantamento com as coisas, que somos o futuro do país. Aí você cresce e …