Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 25, 2013

Ingmar Bergman: a poesia do nome

Gosto dos finais de tarde, olhar pessoas ao fim da tarde voltado para suas casas.Gosto de olhar a Purificação quando a única celebração nela é o total silêncio.Gosto de ir ao cemitério visitar os mortos, levar velas, isso me faz lembrar que sou finito, ler lápides me faz pensar que um dia alguém, talvez leia a minha, se eu tiver uma. Gosto de sentar sozinho no banco da praça ao cair da tarde e refletir sobre a vida, principalmente sobre a vida que ainda não nasceu para mim. Gosto de visitar o Sérgio Damião, ele sempre tem alguma novidade, quem tem sempre alguma novidade não se deixa vencer pelo tédio. Gosto de dormir ouvindo a Globo FM e acordar todos os dias com ela ouvindo “O Programa da Sete comJefferson Beltrão. Gosto de falar horas e horas com a Renata  e olhar a gente no futuro. Gosto de ficar quieto na minha biblioteca ouvindo música no volume mínimo do rádio. Gosto de desejar o bem para pessoas que cruzo pelas ruas, não sei quem são, mas quando me passam boa energia mentalizo também…