Postagens

Mostrando postagens de Agosto 15, 2013

“Nessun Dorma”

Imagem
O mistério é estarmos fechados em nós mesmos quando tudo que é revelação ferve na tentativa de nos unir, porque nossos olhos nos espelham para além de toda essa neblina. Meu amor quão doce são essas noites em que não dormimos, colheremos estrelas e oferecemos ao céu, estrelas colhidas no orvalho dos meus olhos prisioneiros dos teus. Pela praia somos esse horizonte de esperança em que na tua boca meu nome a felicidade vai dizer, quando o amor se faz janela para dentro de nós, quando não há melancolia pela estrada... Eu segurei tuas mãos... Quando o amor vence a maldade da terra sem coração, do coração sem alma, dizer ao amor que o ama... Então canto essas antigas alegrias que te trazem aqui. Amor queima pela noite, mas se fortalece quando ao dia ele sabe que é amado. Quem guarda de nós o vazio de não mais nos habitarmos? Estou indo para esse lugar que de ti fica a voz insegura do amor, mas se é insegura nada nasce em pedra deserto, sermos dois e sermos nada quando sobra o medo de dizê-lo…