Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 24, 2014

Carta do ódio

O ódio tem sido  carta apresentação mais usada no Brasil, quem se diz do lado do “bem”, com alguma exceção, não tem pudor alguém em sacar dos seus ranços primitivos o mais profundo ódio, sectarismo e intolerância para justificar a cruzada que dizem liderar contra o “mal”. Assim é possível nas entrelinhas de um discurso cheio de “boas intenções”, observarmos  desejo de sangue e dor nos olhos que se presumem arautos de uma nova ordem: a ordem na qual o mal pode ser ponte para o bem. Como se isso fosse possível, o mal levar-nos para algum lugar no qual ele mesmo não seja o senhor dos dias. Para combater a intolerância são intolerantes, contra a violência são truculentos, falam em diversidade, mas defendem o totalitarismo de um mundo singular, não suportam a menor contrariedade de suas ideias, se dizem libertários, no entanto servem a governos criminosos, presunçosos negam ao debate livre de ideias, o único sentido que dão a palavra liberdade é de  prostrados dizermos amém as suas almas …