Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 22, 2014

A soma das excluídos

Um romance histórico não isenta o autor de ser fiel ao período da história que se propõe recriar na ficção, por outro lado, não se pode cobrar do romancista a exatidão de um estudo histórico, romance é a seara da ficção, através dos romances históricos fatos importantes do passado são recriados, o leitor é colocado dentro da ação do tempo ali revivido. A união entre a história e ficção quando celebrada por um escritor determinado a narrar uma época, mas sem abrir mão da fantasia e prazer do texto ficcional, quase sempre produz grandes enredos, nos apresenta antigos personagens de uma maneira mais próximo do sentir humano, nem demonizados ou santificados como às vezes acontece pelo próprio estudo histórico, embora recriados pela imaginação do autor, traça um livre diálogo conosco, ele do seu passado e nós do nosso inquieto presente às vezes tão antigo. Em “Sombras da Revolta”, romance histórico da escritora Custódia Wolney, a autora mergulha no século XIX, mais precisamente no estado …