Pular para o conteúdo principal

Lições de uma Maria Quitéria

Lições de uma Maria Quitéria dos nossos dias. Ao contrário da sua homônima famosa, a Maria Quitéria prefeita, não foi para o campo de batalha, preferiu jogar xadrez, articular cada movimentação das peças e fez com tanta maestria que venceu com a delicadeza de um flor e a força de um novo vulcão político.
Quitéria foi essencialmente política, conseguiu o apoio importantíssimo do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo , de dois deputados importantes da base da presidente Dilma, Alice Portugal e Daniel Almeida que trabalharam para fortalecer sua candidatura, se isso não bastasse, Quitéria teve a adesão do prefeito mais poderoso do estado, ACM- NETO, que sabiamente foi também essencialmente político ao declarar apoio a Quitéria e fazer campanha não levando em conta que os dois estão de lados opostos na política da Bahia. Pode parecer estranho, mas não é, em política seja aqui ou no Japão em determinados momentos é preciso se aliar aos seus adversários. Exemplo?
Durante a segunda grande guerra mundial, países inimigos se uniram, se não o fizesse Hitler e seus aliados poderiam vencer a guerra, outro exemplo? Irã e Estados Unidos inimigos históricos estudam aproximação para vencerem um inimigo comum: os extremistas Islâmicos, outro? Há exatos 30 anos, no dia 15 de janeiro de 1985 , políticos inimigos se uniram para eleger Tancredo Neves presidente.
Para os brucutus da política de esquerda ou direita isso é falta de ética ou contradição, para esses brucutus era preferível que um Hitler tivesse vencido a guerra, que os extremistas explodam o mundo e que a ditadura tivesse continuado a ter que apertar a mão de Sarney e Cia.        

Quando o governador se disse neutro na disputa, ele enfraqueceu o candidato do seu partido e fortaleceu Quitéria, talvez tenha sido ele o maior apoio que ela recebeu. A neutralidade do governador foi recebida pelos prefeitos, inclusive do seu partido, como uma indicação de que ele estava satisfeito com os rumos da UPB e que era importante o continuísmo. Em política neutralidade nem sempre quer dizer lavar as mãos.

Maria Quitéria aparece para a Bahia como uma nova liderança. Não faço julgamento aqui de valores, não a conheço, não sei se na cidade em que é gestora as pessoas são felizes ou não com sua gestão, faço análise política. São os fatos que se apresentam hoje.

É evidente que ela souber lidar e chamar para si forças políticas distintas, soube se articular, em momento algum mostrou agressividade e nem destempero, soube lidar com as críticas, discreta foi para os bastidores, e é lá nos bastidores que a política acontece.
Neste exato momento o sistema político da Bahia se uniu para dizer que Quitéria é a sua representante, o sistema político quis e fez de Maria Quitéria uma nova revelação na política do Estado, fica aqui a grande e última lição da Maria Quitéria: sorrir faz bem, melhor que demonstrar força e saber lidar com a força, melhor que se fazer de vítima é ir à luta e assumir o peso da bandeira que livremente escolheu carregar.
  

                                                                                                                                

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

Livros. Bendita seja minha mãe que aos livros me apresentou, benditos livros que não me tornaram parte do lado doce da vida, mas também não me deixaram afundar no lodo existencial.  Bendita sejam todos letrados ou iletrados, benditos sejam os olhos "cegos" do meu pai que foram os guias dos meus passos, bendita seja cada letra do alfabeto, cada virgula, ponto, travessão, exclamação, dois pontos para me levarem ao mundo sem dor. Benditos sejam os anjos das vogais, os doutos das consoantes, Bendita seja minha professora Norma e sua doce alegria que na minha adolescência me mostrou a poesia da gramática, bendito seja meu professor Anchieta Nery  que me disse:  -Você é poeta. Bendita seja a noite, a sempre noite das minhas insônias, as tristezas amigas, o espelho que não me reflete, bendita seja a fé que não tenho,  esteja comigo para que na hora da minha morte eu não sofra o que já sofri pelas horas da vida. Benditos sejam os amores,  paixões,  verdades,incertezas da vida, gran…

A onda da mediocridade

Não acredite nesta história de "onda azul ou vermelha". Frases como essas foram criadas por empresas de propagandas, elas querem convencer você a votar da mesma maneira que nos induzem a comprar tal marca de cigarros ou cervejas. Essas empresas de publicidade não estão preocupadas com sua cidade ou sua felicidade, querem que você descida pela emoção, enquanto você ataca com sua emoção quem defende a "onda azul" ou quem defende a "onda vermelha", criando um clima de justiçamento político não enxerga o óbvio: as mentiras que são contadas, inventadas para que você se sinta bem estando de um lado ou outro, para que você tenha orgasmos políticos, como se realmente fizesse parte da mudança prometida, mas você é só uma ponte para que um grupo ou outro chegar ao poder. A “onda azul" e a " onda vermelha" são motivadas não por um sincero sentimento de esperança, realização ou sentimento cidadão, são motivadas pelo desejo de poder, é só o que aliment…

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys

O que Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys têm em comum? Todos são ex-empregados da Rede Globo. O Buarque e o Wyllys se dizem de esquerda, Veloso é...é... Olha quem sabe, porém quem nemnem. Pois bem. Há quem acredite que "gênios" se fazem sozinhos, que eles têm o poder mágico do talento e só isso basta para que tenham reconhecimento e sucesso. Não é. Sem o poder da Rede Globo nunca essas pessoas teriam o alcance que tiveram e duas delas levantariam dúvidas sobre a suposta genialidade atribuída a ambos. Dez entre dez pessoas “super inteligentes” “cabeças”, “imunes a manipulação da mídia golpista” têm no trio citado aqui algo que chamo de esquerdismo cristão. Conheço até pessoas que recusaram participação em programas da Rede Globo, acreditando assim estarem contribuindo, como bem cantou Raul Seixas, “para ao nosso belo quadro social”, mas rezam na cartilha de crias da própria Globo. Jean Wyllys é um pouco mais velho que eu, mas somos da mesma geração, militei anos n…