Pular para o conteúdo principal

Golpe e golpismo da ética em tempos de cólera

Ediney Santana
O golpe já foi dado: golpe na razão, no amor pelo país, o golpe é dado todos os dias quando se trata com indulgência ao crime organizado, comandante e articulista de muitos partidos políticos no país, o golpe da mendicância artista  que sem verbas públicas muitos não tem gana nem para comprar papel higiênico, o golpe é dado todos os dias quando confundem democracia com o direito de atacar sem ser atacado, o golpe já foi dado quando o governo manteve e mantém milhões de pessoas em dependência econômica do Estado, o golpe já foi dado quando a desonestidade intelectual se veste de indignação, nega os fatos e se acoita na seara do crime, o golpe já foi dado quando as mães perdem seu filho para violência do Estado e não se ouve as vozes de intelectuais sempre prontos para defender sistemas políticos criminosos, mas que se calam diante a dor de quem é esmagado pelo Estado, o golpe já foi dado quando manipulam fatos históricos com o único intuito de espalhar o medo e pânico, o golpe já foi dado quando usam discursos emotivos para desconstruir pessoas e fazer valar taras políticas de um mundo caduco e demente , o golpe já foi dado quando se compra com dinheiro público a voz de escritores, cineastas, documentaristas, artistas e até grupos religiosos, o golpe já foi dado  dizem defender a democracia, mas negam o direito ao contraditório, negam o direito do outro descordar, o golpe já foi dado quando mesmo dormindo na mesma cama de notáveis bandidos dizem que são inocentes, o golpe já foi dado quando até mesmo as universidades perdem sua razão universal de ser e pluralidade e investe pelo caminho do pensamento único, o golpe já foi dando quando o dinheiro do povo é usado para controlar e manipular as emoções desse mesmo povo.
O golpe já foi dado quando todos os anos milhares de brasileiros perdem suas vidas para violência urbana e esses mesmo artistas, intelectuais que assinam manifesto são incapazes de levantar suas vozes contra essa podre estrutura da segurança pública, o golpe já foi dado quando todos os dias brasileiros pobres morrem não porque adoecem, mas porque não tem acesso a tratamentos decentes, o golpe já foi dado quando constatamos que milhões de brasileiros não conseguem entender a grave situação do país porque foram alijadas de uma educação universal de qualidade.
O golpe já foi dando quando a única história possível é a deles, a história única e miserável, e são eles que vão para escolas, que vão escrever biografias, romances, vão produzir filmes e vão contar a história a partir da visão deles, as outras vozes serão silenciadas pelo golpe que essa gente articulou e até aqui foram extremamente bem sucedidas: golpistas.


  

Postagens mais visitadas deste blog

“Eu vou tirar você deste lugar – As canções de Odair José”

A internet tem tirado do limbo muitos artistas que foram solenemente ignorados pela crítica e mídia ortodoxa ou pior, foram massacrados por uma estrutura midiática preconceituosa e elitista. Odair José foi um desses artistas que mesmo com uma importante obra foi deixado fora do que cretinamente chamam de MPB, essa sigla é a senha para que muitos artistas sejam desprezados e outros coroados como “gênios” e inquestionáveis. A internet nos faz olhar para o lado e ao olharmos para o lado encontramos um importante legado de inúmeros artistas, artistas que antes eram chamados de bregas, ou seja, inferiores culturalmente, politicamente, e não só isso, o público desses artistas também foi durante muitos anos marginalizados, tanto que muitas pessoas escondiam que gostavam deles. Curioso é que esse preconceito todo foi dogmatizado por gente supostamente progressista e defensores de causas nobres, gente que se diz sensível as nossas mais dolosas demandas sociais, mas aceitaram fazer parte da co…

Mãe

Livros. Bendita seja minha mãe que aos livros me apresentou, benditos livros que não me tornaram parte do lado doce da vida, mas também não me deixaram afundar no lodo existencial.  Bendita sejam todos letrados ou iletrados, benditos sejam os olhos "cegos" do meu pai que foram os guias dos meus passos, bendita seja cada letra do alfabeto, cada virgula, ponto, travessão, exclamação, dois pontos para me levarem ao mundo sem dor. Benditos sejam os anjos das vogais, os doutos das consoantes, Bendita seja minha professora Norma e sua doce alegria que na minha adolescência me mostrou a poesia da gramática, bendito seja meu professor Anchieta Nery  que me disse:  -Você é poeta. Bendita seja a noite, a sempre noite das minhas insônias, as tristezas amigas, o espelho que não me reflete, bendita seja a fé que não tenho,  esteja comigo para que na hora da minha morte eu não sofra o que já sofri pelas horas da vida. Benditos sejam os amores,  paixões,  verdades,incertezas da vida, gran…

A onda da mediocridade

Não acredite nesta história de "onda azul ou vermelha". Frases como essas foram criadas por empresas de propagandas, elas querem convencer você a votar da mesma maneira que nos induzem a comprar tal marca de cigarros ou cervejas. Essas empresas de publicidade não estão preocupadas com sua cidade ou sua felicidade, querem que você descida pela emoção, enquanto você ataca com sua emoção quem defende a "onda azul" ou quem defende a "onda vermelha", criando um clima de justiçamento político não enxerga o óbvio: as mentiras que são contadas, inventadas para que você se sinta bem estando de um lado ou outro, para que você tenha orgasmos políticos, como se realmente fizesse parte da mudança prometida, mas você é só uma ponte para que um grupo ou outro chegar ao poder. A “onda azul" e a " onda vermelha" são motivadas não por um sincero sentimento de esperança, realização ou sentimento cidadão, são motivadas pelo desejo de poder, é só o que aliment…