Postagens

Mostrando postagens de Setembro 1, 2015

Uma vela para deus e outra para o diabo

Imagem
Em algum lugar neste país há um altar no qual sem vergonha alguma se pode acender uma vela para deus e outra para o diabo. É um lugar sem muito mistério, calmo como uma capela renascentista, dúbio como uma prece barroca, neste lugar santo ou demonizado não se olha diretamente nos olhos, cada uma tem sobre os olhos algo que sugere um “sim, não, porém nem sempre, talvez”, neste lugar sim pode significar não, não pode significar qualquer coisa menos um não definitivo, nada é definido. As portas desse lugar são estreitas, no entanto isso não impede que milhões se apertem para entrar na grande capela do vale tudo, em nome de deus ou do diabo amém. Neste lugar no qual mal e bem são louvados com entusiasmo. Lado a lado convivem pessoas ilustres e meros desconhecidos, grandes personalidades e idiotas, gente que jura amor pela pessoa objeto do seu sentimentalismo vadio e ao anoitece o envenena ,vai ao enterro, chora, faz discurso e rouba as coras de flores do falecido. O escritor que nunca …