Pular para o conteúdo principal

A esquerda e o racismo

Nenhum pensamento político da atualidade é mais racista do que o de esquerda. Para a esquerda todo negro e pobre e todo pobre deve gratidão aos ascetas da esquerda. O pobre que não comunga com as ideias de esquerda é chamado por ela de: manipulado. Manipulado aqui carrega tudo de ruim que uma pessoa pode ser, o ideal de pobre para esquerda é o pobre capacho, amarado o tronco emocional da casa grande socialista que eles inventaram. Ninguém 
Nenhum pensamento político da atualidade é mais racista do que o de esquerda. Para a esquerda todo negro é pobre e todo pobre deve gratidão aos ascetas da esquerda pelo que ela chama de “avanços sociais”, quando todos indicadores sociais provam o contrário, os pobres continuam sendo assassinados pelo Estado Brasileiro, foi assim antes e continua agora na gestão esquizofrênica da esquerda. O pobre que não comunga com as ideias de esquerda é chamado por ela de: manipulado. Manipulado aqui carrega tudo de ruim que uma pessoa pode ser, o ideal de pobre para esquerda é o pobre capacho, amarado o tronco emocional da casa grande socialista que eles inventaram. Ninguém manipula os fatos com mais perversidade que a atual esquerda e quando confrontada ou parte primeiro para a agressão verbal, depois para física e se nada resolver usa o discurso de vitima do sistema quando ela mesma é parte da grande engrenagem sistemática que produz todo ódio e intolerância que hoje envenena o país.
A atual esquerda racializou a política, segundo esse pensamento existe uma elite branca que quer a volta dos negros para a senzala das suas cozinhas, quando ela, a esquerda, é controlada tão somente por brancos ricos, quando ela tem como porta voz intelectuais, artistas, jornalistas e escritores ricos graças não ao talento individual de cada um, mas o suor desse povo sofrido que na maioria das vezes nunca entrou em um teatro ou foram a um exposição financiada com dinheiro público.  
Na atual crise brasileira todos os recursos retóricos emocionais são usados pela esquerda para controlar corações e mentes. Se dizem defensores da democracia que  sem eles no poder todos os direitos sociais correm perigo. Quem mais devorou a democracia nos últimos anos foi a esquerda, criou o capitalismo de estado, fez privatização branca do ensino superior, transferiu dinheiro público para grandes corporações educacionais estrangeiras endividando alunos e sucateou as universidades públicas.
A falsidade intelectual é marca da atual esquerda, a todo custo tenta fazer todos nós acreditarmos que estamos prestes a mergulharmos em uma ditadura, mas ao mesmo tempo batem em jornalistas nas ruas, gritam contra a imprensa, mas usam manipulação de imagens, distorcem fatos, promovem a luta de classes.
Todo sistema político foi corroído pela podridão sistemática de todos os partidos, a esquerda não tem condição ética para apontar seu dedo sujo para pessoa alguma, antes de tudo é ela mesma uma fábrica que colabora com parte considerável desse lixo todo.
Para o pensamento racista da esquerda qualquer pessoa que se posicione contra ela é racista, homofóbico, “conservador”, antidemocrático. Além de racista, a esquerda, é determinista esquizofrênica, não difere em nada daquilo que ela diz lutar contra, se dizendo de vanguarda não passa de um eco totalitário do que pior há na nossa sociedade, se há pessoas na classe média ou acima dela que odeia pobres, negros e nordestinos foi dessa mesma classe média que a esquerda brasileira saiu.


Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

Livros. Bendita seja minha mãe que aos livros me apresentou, benditos livros que não me tornaram parte do lado doce da vida, mas também não me deixaram afundar no lodo existencial.  Bendita sejam todos letrados ou iletrados, benditos sejam os olhos "cegos" do meu pai que foram os guias dos meus passos, bendita seja cada letra do alfabeto, cada virgula, ponto, travessão, exclamação, dois pontos para me levarem ao mundo sem dor. Benditos sejam os anjos das vogais, os doutos das consoantes, Bendita seja minha professora Norma e sua doce alegria que na minha adolescência me mostrou a poesia da gramática, bendito seja meu professor Anchieta Nery  que me disse:  -Você é poeta. Bendita seja a noite, a sempre noite das minhas insônias, as tristezas amigas, o espelho que não me reflete, bendita seja a fé que não tenho,  esteja comigo para que na hora da minha morte eu não sofra o que já sofri pelas horas da vida. Benditos sejam os amores,  paixões,  verdades,incertezas da vida, gran…

A onda da mediocridade

Não acredite nesta história de "onda azul ou vermelha". Frases como essas foram criadas por empresas de propagandas, elas querem convencer você a votar da mesma maneira que nos induzem a comprar tal marca de cigarros ou cervejas. Essas empresas de publicidade não estão preocupadas com sua cidade ou sua felicidade, querem que você descida pela emoção, enquanto você ataca com sua emoção quem defende a "onda azul" ou quem defende a "onda vermelha", criando um clima de justiçamento político não enxerga o óbvio: as mentiras que são contadas, inventadas para que você se sinta bem estando de um lado ou outro, para que você tenha orgasmos políticos, como se realmente fizesse parte da mudança prometida, mas você é só uma ponte para que um grupo ou outro chegar ao poder. A “onda azul" e a " onda vermelha" são motivadas não por um sincero sentimento de esperança, realização ou sentimento cidadão, são motivadas pelo desejo de poder, é só o que aliment…

Jantar e crime

Na delação: “em um jantar acertamos o valor da propina”. Quantos crimes são articulados em mesas fartas e jantares de luxo? Ou melhor, em palácios? É mórbido e tragicamente irônico que pessoas sentam-se em uma mesa cheia de comida para acertar crimes que vão levar à fome e morte tantas outras pessoas. Nos últimos dias, com o avançar da Operação Lava Jato e as delações premiadas, tomamos consciência da naturalidade a qual crimes são articulados, como pessoas sem sentimento algum, roubam e matam com se estivessem apenas trocando ideias entre amigos e parentes sentados em uma mesa. Paralelo a comilança criminosa, esses mesmos agentes do Estado tramam reformas administrativas que vão impactar a vida dessas mesmas pessoas já roubadas por eles. É preciso, sim, diminuir os gastos públicos, mas não se pode sacrificar quem já não tem quase nada. Nossa saúde e segurança pública são máquinas de triturar gente, gente pobre e tempere isso com o absurdo da reforma da previdência que iguala pela pe…