Neurose pós-eleitoral

Neurose pós-eleitoral é uma doença de quem santifica homens, mulheres e causas e nega sua própria natureza humana e contraditória . Os neuróticos pós- eleitoral não entendem que no dia da eleição se encera um ciclo e que se pendência existir deve-se deixar com a justiça e esperar que ela atue com decência, mas os neuróticos pós-eleitoral apoiam até as indecências da justiça se for para se vingar de alguém que ele odeia ou foi ensinado a odiar. Os neuróticos pós eleitoral vivem eternamente um clima de campanha, alguns enxergam comunistas armadas prontos para tomada violenta do poder , outros enxergam conservadores e golpistas até em revistinhas infantis. Os neuróticos pós- eleitoral não estão preocupados com a cidade em que vivem, estado ou país, são vidas rasas, precisam de um causa para justificarem suas vidas incompetentes, são mestres em estragar uma noitada de sábado quando tudo que desejamos e beber em paz algumas cervejas, mas lá vem eles falarem de golpe e de comunistas.
Os neuróticos pós -eleitoral quando encontram um adversário aproveita para fazer chacota, brigar, xingar. Os neuróticos pós- eleitoral são a forma humana das disforma, seres estranhos que não sabem exatamente porque estão nervosos, brigando, mas brigam. Os neuróticos pós- eleitoral não tem noção de história, se tivessem saberiam que seja lá quem eles carregam nas costas a possibilidade da decepção é real.
Os neuróticos pós-eleitoral não entendem coisas tipo: "judicialização da política", eles acreditam que tudo acontece porque o mundo é dividido entre os bons e os maus e o lado que estão é o bem, mesmo que seja o mal, os neuróticos pós-eleitoral olham para os políticos como se estes fossem santos, salvadores da nossa decadente sociedade, mas eles não sabem exatamente o que se passa na cabeça desses políticos, como neuróticos não percebem que estão lidando com atores que atuam justamente para seduzir, encantar, os neuróticos são crianças adultas, algo indefinido, entre o ego doente e o adulto sem razão de viver a não ser se espelhar em que por fim vai matá-lo.
Os neuróticos pós-eleitoral são pessoas tristes, deixam de falar com amigos de infância, brigam com namorados e esposas, se tornam chatos e tudo para de joelhos servir quem nunca vai sentir sua dor ou ao menos como os amigos de Jó, ao seu lado, em silêncio ser solidário.
http://poesiaeguerra.blogspot.com.br
http://livrosdeedineysantana.blogspot.com
http://edineysantana.zip.net

Postagens mais visitadas deste blog

Mãe

A onda da mediocridade

Caetano Veloso, Chico Buarque e Jean Wyllys