Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 6, 2016

Quando a alma cansa

Há um cansaço muito mais terrível que o físico: o cansaço da alma. É com se a pessoa morresse por dentro, lentamente a fogueira interior que aquece a vida vai se apagando, até ficar apenas um fiozinho de fumaça saindo das cinzas do que um dia foi uma alma ativa e vibrante. O cansaço da alma pode levar a depressão, a angústia de viver, pode levar ao desencanto com a própria vida, o cansaço da alma são escombros invisíveis a sufocar, matar e sepultar quem se olha e não se sente mais parte da vida. Ao contrário do cansaço físico que pode nos vencer de uma única vez, mas com um pouco de descanso estamos prontos novamente para enfrentar novas batalhas, o cansaço da alma são pedrinhas que vão se juntando e não notamos, sem percebermos somatizamos essas pedrinhas e seus limos, cada uma traz algum desencanto, até que chegue o dia no qual somos nos transformamos em pessoas de pedra, duras, incapazes de emoção ou de emocionar, como pedras apenas existimos, mas não há mais vida. É preciso cuidado …