Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 7, 2016

O novo rico e a indelicadeza de ser

Carros que custam mais de 100 mil reais estacionados nas calçadas, carros que passam rapidamente por poças de lamas em dias de chuva molhando que caminha pelas ruas, olhar agressivo em resposta a quem não fez absolutamente nada de errado. Falta de cultura, soberba, agressividade, necessidade de mostrar que se tem poder que se presume ter, o pequeno poder como cartão de visita, desprezo por pobres, trata atendentes nos comércios como se fossem lixo, sentimento de superioridade racial e financeira. Não é só uma questão financeira, é também de demência emocional. O novo rico assume com prazer o papel de neo-senhor da casa grande. O novo rico ao olhar-se no espelho sente-se como um imperador do mundo, ele não é ele, mas as coisas que têm, não uma pessoa, é um sistema, um amontoado de bens materiais, o novo rico só existe pelas coisas que tem, por isso morrer de medo de perdê-las, no novo rico é avarento, mesquinho como lombriga em barriga doente. O novo rico é uma aberração sociológica,…