Pular para o conteúdo principal

Seja passivo, morra passivamente

Partidos socialistas se unem a partidos capitalistas
e roubam através de organizações
criminosas empresariais
R$ 200 bilhões dos brasileiros todos os anos.
Seja passivo, morra passivamente.
Brasileiros estacionam seus carros
em cima das calçadas, brasileiros se matam por causa
de times de futebol, brasileiros
se odeiam , a xenofobia e racismo são
furúnculos de um povo que
se nega enquanto nação.
Seja passivo, morra passivamente.
Um senador depois de discursar que é preciso
garantir uma renda mínima da mínima
aos brasileiros em situação de extrema pobreza
abre um Château Latour e se declara
para sua prostituta de luxo, que cobra por programas
federais : 1 h R$ 3 mil reais. Asas de morcegos flanam
na Esplanada dos Mistérios.
Seja passivo, morra passivamente.
Deputado abre a bíblia e pede ao deus, lá dele: “proteja
o povo”, deputado eleito com o dizimo de
brasileiros vitimados pelo Estado, votam
nos canastrões que se dizem intermediários de Deus
e esperam assim dias melhores para
suas vidas miseráveis.
Seja passivo, morra passivamente.
R$ 6, 2 bilhões foram roubados da Petrobrás. Agora entendi
porque sempre gritam: “ O petróleo é nosso!”.
Seja passivo, morra passivamente.
Paciente com câncer espera seis meses por uma consulta,
traficantes inauguram com foguetórios e discursos
nova boca de fumo dentro de uma escola:
Seja passivo, morra passivamente.
Senadora gasta R$ 150 mil em tratamento dentário,
30 milhões de brasileiros não têm dentes,
Seja passivo, morra passivamente.
Ex-presidentes de direita, esquerda e do satanás
foram denunciados por corrupção, corrupção
é o vulgo de roubo, segundo eles, a culpa é da mídia.
Escritora lança livro: “como se tonar um fascista”,
livro bem aceito pela esquerda cannabis sativa transgênica
e pela direita anauê meu sangue é puro.
Enquanto isso: 14 milhões de brasileiros estão sem emprego.
Seja passivo, morra passivamente.
Empresa pega empréstimo em banco público e em agradecimento
financia 1.829 campanhas políticas, de 28 partidos, depois
se muda para os Estados Unidos, os americanos agradecem
pelos novos empregos.
Seja passivo, morra passivamente.
Um apresentador de TV que ganha por mês R$ 5 milhões diz:
“A crise é grave, mas vamos protestar dentro da ordem, civilizadamente.”
Seja passivo, morra passivamente.
Na guerra da Síria durante quatro anos morreram 250 mil pessoas, em um ano
no Brasil 279 mil pessoas foram assassinadas.
Um deputado canastrão e perigoso gritou:
“precisamos de pena de morte no Brasil!”
Seja passivo, morra passivamente.
Universidade fez planária para discutir sobre
o risco que corre a democracia
no Brasil, todos convidados tinham a mesma
orientação política.Poetas foram expulsos dos debates.
Seja passivo, morra passivamente.
Ministros do Supremo Tribunal Federal são indicados por
políticos, tem cargo vitalício e ganham R$ 39,293 por mês,
um processo demora em média cinco anos para
ser julgado pelas excelentíssimas capas pretas da
suprema corte federal.
60% dos brasileiros vivem de salário mínimo e sem
direito a emprego vitalício.
Seja passivo, morra passivamente.
No governo federal há mais de cem mil cargos de indicação política,
todos os meses são gastos R$ 3, bilhões
só com salários desses cargos.
Seja passivo, morra passivamente.
R$ 9,5 bilhões são roubados da saúde pública todos os anos,
continue acordando de madrugada para conseguir
um atendimento médico.
Seja passivo, morra passivamente.
Brasileiros pagaram anualmente R$ 1 trilhão em impostos.
Seja passivo, morra passivamente.
Seja um bom cidadão, escolha como quer morrer. Sugestão
do Estado para mortes cidadãs:
Deitado em uma maca suja a espera de um atendimento médico,
bala perdida, achada, tristeza, fome,
crime organizado, desorganizado, por ignorância,
por medo e sobretudo por esperança, tenha
sempre esperança, tudo vai mudar, afinal Deus é brasileiro
um dia ele se cansa de suas férias em Miami e
vem nos visitar.
Seja passivo, morra passivamente.
Ediney Santana
http://poesiaeguerra.blogspot.com
Brasília-DF, Mundo Novo-BA 27/05/2017
























Postagens mais visitadas deste blog

"A felicidade é uma arma quente”

Eu que nunca saio do meu lugar exílio, imagino como o mundo deve ser lindo. Estou tão fantasma em Santo Amaro que me considero um prisioneiro condenado a devorar-me sem piedade e pouco a pouco ir morrendo de tantas angústias que não há sol a iluminar tanta escuridão.
Você descobre que está ficando para trás quando todos da sua geração foram embora. Quando esses seus amigos voltam à cidade e você só fala com eles do passado é sinal também que a amizade já era, ficou presa em algum lugar desse mesmo passado. Nem eles e nem você cabem mais na vida um do outro.
Acostumar-se com migalhas de felicidade, com aparente segurança da rotina é um passo certo para pararmos no tempo, para voltado às pequenas coisas nos tornamos bobos de uma corte morta há tempos.
Torna-se um monumento não é bom, se isso acontece quer dizer que mesmo você estando vivo, todos vão considerá-lo morto. Tenho a impressão que a natureza só mata alguém quando esse alguém já não interfere nem para o bem nem para o mal na vida…

Carta para daqui a 50 anos

Hoje é sábado, 29 de junho de 2013, São Pedro, últimos dos santos juninos, aqui perto em São Francisco, vai ter show “grátis” do Chiclete com Banana, claro que não vou, tem gente em excesso de suposta felicidade e acho um saco tanta gente feliz junta por quase nada, não que eu seja triste, mas a minha felicidade repousa na linha do horizonte, não se resume a uma multidão insana pulando e gritando: “chicle...tê!!!! Em 2063, o maior plano é tá vivo, curtindo minha velhice e ouvindo as histórias da minha filha, ler essa carta nem que seja com uma lupa daquelas de Sherlock Holmes, talvez olhe para uma foto minha de hoje e diga: elementar, meu caro, tudo no fim deu certo. Não pense, eu de hoje, que meu sonho é só envelhecer, há o recheio, como de um sanduíche que comi certa vez e daria para alimentar um uma fila inteirinha de pau de arara, pau de arara eram caminhões que certamente devem ter levado muita gente minha para São Paulo, gente que por lá trabalhou duro e morreu da mais profunda…

Como é viver com ódio?

A internet parece ter sido transformada na vitrine do ódio. Sempre encontro bons vídeos e sites na internet com conteúdo interessante e instrutivo, mas esses sites e vídeos têm baixíssimas visualizações, por outro lado sites e vídeos com conteúdo de ódio ou violência têm milhares de acessos. Canais de políticos que não tem nada de proativo ou ideias criativas e práticas, mas explodem de ódio batem recordes de seguidores que expõe ódio, violência verbal e ameaças.   Parece ser um estado permanente de ódio, seja religioso, sexual, político ou cultural, nada escapa ao ódio. Algumas manifestações de ódio são abertas ou diretas, outras são disfarçadas de altruístas, mas todas têm como objetivo neutralizar qualquer voz dissonante dos que esses furiosos ambidestros pretendem. No mundo da violência emocional odeia-se por um único motivo: não há no mundo espaço para concepções socais diferentes das quais a ambidestra cavaleira do ódio defende.   O ódio emburrece, torna bruto corações e mentes…