Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 15, 2017

Ter fé na vida

Gonzaguinha cantou “Fé na vida, fé no homem, fé no que virá/ Nós podemos tudo, nós podemos mais/ Vamos lá fazer o que será”. Não são versos tolos ou de autoajuda recheado de clichês. São versos simples que nos faz lembrar o quanto à vida é simples, sim, a vida é simples, os desejos são o que nos trazem veneno para alma. Estamos na fase do “D” no mundo: depressão, desemprego, desesperança, demagogia, desonestidade e demência sentimental. Algumas outras coisas podem ser incluídas neste cardápio sinistro, mas por enquanto só esses ingredientes servem para nos tirar o sono. Só há duas saídas: ou seguimos, com diz minha mãe: “ com o coração contido em Deus” ou seja resistindo, comendo pedras e arrotando ipês ou nos entregamos ao lado mal da força e sucumbimos a morte. Caminhar apenas na companhia de si mesmo, conversar com os próprios botões é um bom começo para não morremos precocemente, alimentar-se de coisas positivas, ouvir canções suaves e sensíveis é um ótimo caminho para sabermos que…