Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 15, 2019

Depressão

O corpo parece cheio de fumaça, nos olhos não eram lágrimas, ácido. O dia amanhece, horas avançam e não há vontade de levantar da cama, o sol é forte, mas sentem-se frio, muito frio. Como a carne pode enferrujar? Pedaços do corpo vão ficando na solidão espiritual que navego.  Mais uma porta, fechada, cimentada, lança chamas. Não é ausência de Deus, é consciência plana de Deus. Chás, álcool e primavera na tristeza do verão. Interlocutor de si mesmo, diálogo com as sombras, coragem e medo. Meditação, corpo dormente, corpo que se abraça, corpo que se dissolve.  Não há saudade do passado e nem desejo de futuro, há apenas o presente e suas contradições. Medo da raça que sou, da impiedade da ração que sou, medo da alegria assassina dos que creem que depressão é uma opção, falta de reação ou coragem diante a vida.  Na TV monstros devoradores de sonhos, ruas vazias, ruas que cruzam meu caminho, não vou me matar, só por hoje, não me matarei. Quero ver as gramas crescerem, meu sol envelhecer, quer…